Radium Futebol Clube
História

O Radium Futebol Clube foi fundado no dia 1º de maio de 1919, na cidade de Mococa. O clube surgiu de uma fusão entre o Operário Futebol Clube e o Mocoquense Futebol Clube. O nome é uma homenagem de seus fundadores ao elemento químico Rádio, que havia sido recém-descoberto na época pela cientista francesa Madame Curie. O “radium”, como ainda era conhecido em português, assombrava o mundo por sua força, brilho e energia.

 

Desde sua fundação, o Radium utiliza o mesmo escudo e as mesmas cores, o verde e branco. Por causa delas e da Estrada de Ferro Mogiana, que passava pela cidade, o clube acabou ganhando o apelido de o “Verdão da Mogiana”. O distintivo é a marca registrada do clube, sendo formado simplesmente por um círculo verde de contorno branco, com a letra “R” estampada também em branco no centro.

 

Não se sabe ao certo o porquê da escolha das cores, mas o mais provável é que seja em homenagem à vegetação de Mococa, conhecida como a “Cidade das Palmeiras Imperiais”.

 

Do ano de sua fundação até 1948, o clube disputou apenas competições amadoras e torneios regionais, profissionalizando-se em 1949, quando disputou o Campeonato Paulista da Segunda Divisão (atual Série A2), que venceu no ano seguinte, chegando à Primeira Divisão (A1), que disputou por dois anos até licenciar-se em 1953.

 

Após ficar o ano de 1953 sem competir profissionalmente, o Radium voltou em 1954 no então Campeonato Paulista da Primeira Divisão (equivalente a atual Série A2), competição que disputou até 1957. No ano seguinte, mais um período longe dos torneios profissionais, com o retorno em 1961, na Terceira Divisão Estadual (atual Segunda Divisão).

 

De 1962 até 1976, o clube esteve mais uma vez longe dos campeonatos profissionais, voltando na Primeira Divisão (A3) em 1977. A equipe permaneceu neste nível até 1979, quando ao lado do Amparo e do Lemense conseguiu o acesso à Segunda Divisão (A2) de 1980. Ainda neste ano, o clube realizou o primeiro amistoso internacional da história contra a Seleção da Arábia Saudita.O resultado foi 4 a 1 para o time brasileiro.

 

Em 1988, o clube de Mococa foi rebaixado e disputou por dois anos o Campeonato Paulista da Segunda Divisão (equivalente a atual Série A3), quando em 1990 novamente obteve o direito de subir uma divisão e chegar à Divisão Intermediária (A2) em 1991. O Radium participou desta competição por quatro temporadas.

 

Em 1994, disputou o Campeonato Paulista B1A, equivalente à quarta divisão do futebol estadual, e continuou nesta competição até 1996. Nas temporadas de 1997 e 1998 esteve ausente do profissionalismo e, no ano seguinte, em 1999, disputou a Série B1B.

 

Do ano 2000 até 2003, o Radium participou do Campeonato Paulista da Série B2 (quinta divisão) e neste meio tempo, entre 2001 e 2003, esteve presente em três edições da Copa São Paulo de Futebol Júnior, sendo eliminado na primeira fase de todas. Em 2005, passou a competir na recém-criada Segunda Divisão, onde permanece até hoje. 

Ficha Técnica
Presidente
Thiago Augusto Sampaio dos Santos
Endereço
Praça Pacífico Costa Lima, s/n CEP 13736-000 - Mococa -
Telefone:

Web Site Oficial
www.radiumfc.com.br


Fundação
01/05/1919
Estádio Mandante
São Sebastião
Estádio Olímpico São Sebastião
Mococa
Mascote

Fundado em 1919, o Radium Futebol Clube mantém desde o primeiro ano o mesmo escudo e as mesmas cores, verde e branca. Nada mais lógico do que adotar como mascote um animal que se encaixasse nessas características para representá-lo: o “Periquito da Mogiana”. O primeiro clube a ter como mascote um periquito foi o Palmeiras, criado em 1917. Além do número de aves que existiam na sede do clube, as cores foram igualmente decisivas para a escolha do pássaro.

© 2014 Federação Paulista de Futebol - Todos os direitos reservados. FALE CONOSCO    |    EXPEDIENTE