Clube Atlético Bragantino
Série B
Bragantino e Goiás empatam por 3 a 3 em jogo movimentado
Publicado em 07 de julho de 2012 às 18h13

Para se afastar da parte de baixo da tabela, o Bragantino recebeu o Goiás na tarde deste sábado (7), pelo Campeonato Brasileiro da Série B e acabou empatando a partida pelo placar de 3 a 3.

O resultado leva o Massa Bruta a nove pontos, ainda próximo da zona de rebaixamento. O Goiás, com 13, fica na parte intermediária da tabela.

O Bragantino abriu o placar no primeiro minuto de partida. Giancarlo completou cruzamento de Malaquias vindo da direita, sem dar chances de defesa para Edson

Iarley tentou o lançamento para a área, mas a defesa do Massa Bruta fez o corte. Depois, Ricardo Goulart cruzou para a área e Felipe Amorim não conseguiu completar de cabeça. O Goiás buscava criar chances para chegar ao gol de empate no Nabi Abi Chedid.

Aos oito minutos, o Goiás teve grande chance para igualar o placar, mas Alê saiu do gol e fez a defesa antes que Vitor conseguisse a finalização. O goleiro do Bragantino voltou a salvar sua equipe aos 13 minutos, quando Iarley lançou Ricardo Goulart na área, saindo do gol para evitar o chute.

Egídio bateu falta aos 18 minutos e a bola foi longe do gol. O Bragantino respondeu também na bola parada, quando Fernando Gabriel bateu falta aos 20 minutos e mandou para as mãos do goleiro Edson. O Goiás seguia se arriscando mais ao ataque e criando a maior parte das chances de gol na partida.

Malaquias tentou o passe para Acleisson aos 28, mas o jogador do Bragantino acabou pegando mal na bola. O Massa Bruta passou a se posicionar mais ofensivamente depois dos 25 minutos, com o Goiás reduzindo o ímpeto ofensivo. Aos 33, o Esmeraldino voltou à ofensiva e Ricardo Goulart cabeceou com perigo contra a meta de Alê. 

O Goiás novamente teve a chance quando Iarley cruzou na área, mas Ricardo Goulart não conseguiu chegar na bola. Aos 41, após cobrança de escanteio, Edson saiu mal na bola e Walter tocou de joelho para aumentar o placar do Nabi Abi Chedid para o Bragantino.

O Goiás diminuiu no começo do segundo tempo. Felipe Amorim, no primeiro minuto, bateu falta, a bola desviou na barreira e Alê não conseguiu chegar a tempo de fazer a defesa e evitar o gol.

Fernando Gabriel quase marcou o terceiro do Massa Bruta aos quatro minutos, mas colocou a bola para fora. Aos oito minutos, Felipe Amorim tentou o cruzamento, para o corte de Rafael Caldeira. Ramon, dois minutos depois, completou de cabeça uma bola cruzada da direita, mas Alê conseguiu a defesa.

Aos 12, nova chance do Massa Bruta, com Malaquias, e Edson defendeu o chute. O Esmeraldino respondeu na tentativa de Iarley, que fez o cruzamento para a área, mas Rafael Caldeira cortou. 

O Goiás chegou ao empate no lance seguinte, com Egídio. Ele tabelou com um companheiro de equipe, invadiu a área e tocou na saída de Alê para igualar o placar.

O Bragantino mostrou imediato poder de reação. Malaquias foi lançado, venceu a marcação e bateu na saída de Edson para recolocar o time de Bragança Paulista na frente.

Malaquias acabaria expulso minutos depois, após fazer falta em jogador do Goiás na entrada da área. Na cobrança, Egídio bateu e mandou a bola para fora. Aos 24, Amaral bateu forte e a bola passou perto do gol de Alê. O jogo estava equilibrado, com as duas equipes se movimentando para ficar com a a posse de bola.

David bateu falta aos 28, para a defesa do Bragantino afastar. No minuto seguinte, após troca de passes, Ricardo Goulart ficou com a bola e conseguiu se posicionar para bater rasteiro e empatar novamente o jogo.

Aos 35, Edson por pouco deixou o Braga chegar ao quarto gol, após não conseguir pegar bola cruzada da direita que saiu pela linha de fundo. Fernando Gabriel bateu falta aos 38 e a bola foi parar nas mãos de Edson. Aos 43, Felipe Amorim conseguiu uma oportunidade de virar o placar, mas sem sucesso.

Nos acréscimos, o Esmeraldino pressionou o quanto pode o Bragantino, mas não conseguiu a vitória.

O Bragantino jogará novamente em casa na próxima rodada, contra o Guarani. O Goiás terá pela frente o América-MG.

Ficha técnica

Bragantino 3 x 3 Goiás

Local: Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP);

Árbitro: Mayron F. dos Reis Novais (MA);
Assistentes: Marconi Helbert Vieira (MG) e Pablo Almeida da Costa (MG);

Bragantino: Alê; Rafael Caldeira, Walter e Preto Costa; Victor Ferraz, Acleisson, Barbosa (Serginho), Fernando Gabriel (Léo Jaime) e  Moreno (Andrezinho); Malaquias e Giancarlo.
Técnico: Marcelo Veiga.

Goiás (GO): Edson; Vitor, Lacerda (David), Valmir e Egídio; Amaral, Ramon, Renan Oliveira (Eduardo Sacha) e Ricardo Goulart; Felipe Amorim e Iarley (Marinho).
Técnico: Enderson Moreira. 

Gols: Giancarlo (BRG) a 1, Walter (BRG) aos 41 do primeiro tempo, Felipe Amorim (GOI) a 1, Egídio (GOI) aos 14, Malaquias (BRG) aos 15, Ricardo Goulart (GOI) aos 29 do segundo tempo

CA: Walter, Serginho, Acleisson e Malaquias (BRG); Lacerda, Egídio e Edson (GOI)

CV: Malaquias (BRG)

Ficha Técnica
Presidente
Marco Antonio Nassif Abi Chedid
Endereço
Rua Emílio Colela, s/n CEP 12914-410 - Bragança Paulista -
Telefone: (11) 2277-1036/ Fax: 2277-1035

Web Site Oficial
www.bragantino.net


Fundação
08/01/1928
Estádio Mandante
Nabizão
Nabi Abi Chedid
Bragança Paulista
Mascote

Em 1944, o maior rival do Bragantino no futebol era a equipe amadora do Bragança Futebol Clube. Naquele ano, o time chegou a contratar alguns atletas importantes da Capital para derrotar seu "inimigo" número 1.

Mesmo com uma equipe teoricamente inferior, o Bragantino derrotou o Bragança. E como forma de homenagear o clube, Cícero Marques, então presidente do Bragantino, mandou fazer um quadro com a figura do Leão. Desde então, o 'rei dos animais' virou a mascote do clube.

© 2014 Federação Paulista de Futebol - Todos os direitos reservados. FALE CONOSCO    |    EXPEDIENTE