Clube Atlético Bragantino
Troféu do Interior
Em partida de muitos gols, Mogi Mirim sai na frente na decisão
Publicado em 05 de maio de 2012 às 20h48

Vinicius Carrilho
Em Bragança Paulista
Especial para o site da FPF


A grande final da edição de 2012 do Troféu do Interior começou a ser disputada na noite deste sábado. No estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, o  Mogi Mirim venceu o Bragantino pelo placar de  4 a 2.

O jogo começou movimentado, com o Bragantino apertando seu adversário. A pressão deu resultado, tanto que aos três minutos Victor Ferraz recebeu na ponta direita, tabelou com Romarinho e, dentro da área, tocou no ângulo do goleiro Anderson, abrindo o placar para o time da casa.

A vantagem do Bragantino obrigou o Mogi Mirim a partir para o ataque. A marcação forte deixou o jogo truncado no meio de campo, até que aos 20 minutos, após boa jogada de Felipe,  João Paulo invadiu o lado esquerdo da área do Bragantino, bateu cruzado e empatou para o Mogi Mirim.

Velocidade era o que não faltava no gramado e o Bragantino logo respondeu ao gol sofrido. Com sua principal arma pela direita, Victor Ferraz partiu pela esquerda, tocou para o meio e Fernando Gabriel bateu forte para o gol, obrigando Anderson a fazer grande defesa.

Em uma escapada pela esquerda do Mogi Mirim, aos 27 minutos, o meio-campista Felipe colocou a bola entre as pernas de Serginho, que precisou cometer a falta. Na cobrança, o próprio Felipe bateu forte e rasteiro, jogando a bola no canto esquerdo baixo do goleiro Rafael Santos, que nada pode fazer. O Mogi então virava o jogo.

Dono da casa, o Bragantino não deixou o gol lhe abalar e aos 30 minutos, após uma cobrança de falta, na entrada da área, executada de forma perfeita por Fernando Gabriel, o zagueiro André Astorga apareceu na pequena área e cabeceou firme para empatar o jogo.  No lance o goleiro Anderson, do Mogi Mirim, se contundiu na queda e precisou deixar o estádio em uma ambulância. Daniel o substituiu.

Após 11 minutos de paralisação para o atendimento de Anderson, a partida teve seu reinício e o primeiro lance de perigo aconteceu aos 49 minutos, quando Fernando Gabriel bateu uma falta da entrada da área, fazendo com que o goleiro Daniel, em sua primeira participação, defendesse em seu canto baixo esquerdo. No lance seguinte o Mogi Mirim encaixou um grande contra-ataque,  que culminou com Zé Carlos batendo por cima do gol, após receber boa bola de Hernane. Após isso nada mais aconteceu no primeiro tempo, que terminou com um empate por 2 a 2.

O segundo tempo começou sem a mesma velocidade do primeiro, porém o Mogi Mirim conseguiu passar novamente a frente do placar de forma rápida. Aos sete minutos, João Paulo escapou pela lateral esquerda, cruzou e a bola encontrou o desvio do meio-campista Felipe, que marcou seu segundo gol na partida.

A vantagem do Mogi Mirim acabou esfriando o Bragantino na partida e percebendo isso, o treinador Marcelo Veiga apostou na entrada de Franklin na ala esquerda, liberando Léo Jaime para atuar no meio-campo.  A mudança pouco efeito surtiu e a grande chance do time de Bragança Paulista só aconteceu aos 32 minutos, quando Fernando Gabriel levantou a bola na área, Luís Henrique desviou de cabeça e o goleiro Daniel desviou para escanteio com a ponta dos dedos.

A partida seguiu sem grandes emoções, com o Bragantino tentando, em vão, o empate e o Mogi Mirim apostando no ataque em velocidade, que pararam sempre na defesa dos donos da casa. Quando tudo parecia decidido, Roni recebeu passe de Felipe e bateu sem chances para o goleiro Rafael Santos, dando números finais ao jogo, que terminou 4 a 2 para o Mogi Mirim.

A próxima partida entre Bragantino e Mogi Mirim está marcada para o próximo sábado, às 18h30, no estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira, na cidade de Mogi Mirim. O time da casa irá se sagrar campeão mesmo com uma derrota por um gol de diferença.

Ficha técnica

Bragantino: Rafael Santos; Victor Ferraz, André Astorga, Luís Henrique e Léo Jaime; Serginho, Diego Paulista (Franklin – 17 2ºT), Fernando Gabriel e Reinaldo (Paulo Roberto – 40 2ºT); Giancarlo e Romarinho.
Técnico: Marcelo Veiga.

Mogi Mirim: Anderson (Daniel – 35 1ºT); Luiz Felipe, Tiago Alves, Lucas Fonseca e João Paulo; Val, Baraka, Gil (Piauí – 38 2ºT) e Felipe; Zé Carlos (Roni – 32 2ºT) e Hernane.
Técnico: Guto Ferreira.

Árbitro: Raphael Claus;
Assistentes: Alberto Poletto Masseira e Bruno Salgado Rizo;
Assistentes adicionais: Claudinei Forati Silva e Thiago Duarte Peixoto;
Quarto árbitro: Jose Claudio Rocha Filho;
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista;
Data: 05 de maio, às 18h30.
Gols: 03 1ºT – Victor Ferraz (BRA), 20 1ºT - João Paulo (MOG), 27 1ºT – Felipe (MOG), 30 1ºT – André Astorga (BRA) , Felipe – 07 2ºT (MOG) e Roni– 45 2ºT (MOG).
CA:  Serginho, Luís Henrique, André Astorga, Franklin (BRA);  Zé Carlos, Tiago Alves, Val, João Paulo, Lucas Fonseca (MOG)
Público total: 2077 pessoas
Renda: R$ 22690,00.

Ficha Técnica
Presidente
Marco Antonio Nassif Abi Chedid
Endereço
Rua Emílio Colela, s/n CEP 12914-410 - Bragança Paulista -
Telefone: (11) 2277-1036/ Fax: 2277-1035

Web Site Oficial
www.bragantino.net


Fundação
08/01/1928
Estádio Mandante
Nabizão
Nabi Abi Chedid
Bragança Paulista
Mascote

Em 1944, o maior rival do Bragantino no futebol era a equipe amadora do Bragança Futebol Clube. Naquele ano, o time chegou a contratar alguns atletas importantes da Capital para derrotar seu "inimigo" número 1.

Mesmo com uma equipe teoricamente inferior, o Bragantino derrotou o Bragança. E como forma de homenagear o clube, Cícero Marques, então presidente do Bragantino, mandou fazer um quadro com a figura do Leão. Desde então, o 'rei dos animais' virou a mascote do clube.

© 2014 Federação Paulista de Futebol - Todos os direitos reservados. FALE CONOSCO    |    EXPEDIENTE
Placar On Line