Associação Desportiva São Caetano
História

A cidade de São Caetano do Sul já havia tido bons representantes no futebol profissional antes da fundação da Associação Desportiva São Caetano, em 04 de dezembro de 1989. A equipe foi fundada com o nome de Sociedade Esportiva Recreativa União Jabaquara, clube de São Caetano que já havia disputado campeonatos amadores três anos antes – exigência da Federação Paulista de Futebol para os novos filiados –, mas assim que efetivou sua filiação alterou o nome para a denominação que é usada até hoje.

O time entrou em campo pela primeira vez em jogos oficiais no dia 18 de março de 1990, pela Terceira Divisão do Campeonato Paulista, empatando com o Comercial de Registro por 1 a 1. Já no ano seguinte, após apenas dois anos de sua fundação, a equipe foi campeã estadual da Terceira Divisão. Com isso, ganhou destaque e conquistou a simpatia da população da cidade. No ano seguinte, conquistou o acesso à Segunda Divisão, atual Série A2, onde permaneceu até 2000, quando garantiu acesso à elite.


No mesmo ano, foi criada a Copa João Havelange, competição nacional dividida em dois módulos: verde, com times da Primeira Divisão, e amarelo, com times da Segunda Divisão, que, na fase final, se enfrentaram no sistema de mata-mata. Após eliminar Fluminense, Palmeiras e Grêmio, o São Caetano sagrou-se vice-campeão da competição, ganhando o direito de disputar o Campeonato Brasileiro da Série A e a Copa Libertadores da América no ano seguinte.


Assim, em 2001, o São Caetano chegou pela primeira vez a uma final da Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro, quando enfrentou o Atlético Paranaense (PR), ficando com um novo vice-campeonato. No mesmo ano, a equipe disputou sua primeira Copa Libertadores, sendo eliminada nas oitavas-de-final pelo Palmeiras, que venceu nos pênaltis por 5 a 3. Em 2002, o time do ABC voltou a participar da Copa Libertadores, desta vez chegando à final, contra o Olímpia, time do Paraguai, e, mais uma vez, perdeu na decisão por pênaltis, por 4 a 2.


No ano seguinte, o São Caetano ficou com a quarta colocação no Campeonato Brasileiro da Série A e conquistou, mais uma vez, a vaga na Copa Libertadores de 2004, quando chegou às oitavas-de-final, sendo eliminado pelo Boca Juniors, da Argentina. No mesmo ano, o São Caetano conquistou o título mais importante do estado de São Paulo ao derrotar o Paulista de Jundiaí na final do Campeonato Paulista da Série A1. De lá pra cá, a equipe permaneceu no centro da tabela, conquistando um vice-campeonato em 2007 e ficando em 15º lugar em 2008.


Em 2009, o São Caetano, comandado pelo técnico Vadão, terminou o Paulista Série A1 na 11ª colocação e no Brasileiro Série B, Antônio Carlos Zago foi o treinador da equipe, que terminou sua participação em sétimo. Em 2010, Zago iniciou o Paulista no time do ABC, mas quem terminou a competição foi Sergio Guedes e a equipe ficou com a oitava posição. No Brasileiro Série B de 2010, o clube terminou em décimo.

Nos anos seguintes o clube oscilou boas e más campanhas, como em 2011, quando esteve perto de uma vaga entre os oito no Paulista, mas lutou contra o rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro. Já em 2012, a ordem se inverteu e o clube esteve longe dos melhores no campeonato estadual, mas deixou de conquistar o acesso à Série A nacional por uma vitória a menos que tinha em relação ao Vitória da Bahia.

Até por essa boa campanha e pela chegada de jogadores como Rivaldo, Jóbson e Fábio Costa, o São Caetano era um dos principais cotados a surpreender os grandes do Estado no Paulistão 2013, mas a campanha foi decepcionante e culminou com a queda para a Série A2 de 2014.

Ficha Técnica
Presidente
Nairo Ferreira de Souza
Endereço
Avenida Fernando Simonsen, 190 - Bairro São José- CEP 09540-230 - São Caetano do Sul -
Telefone: 11 4232 0944

Web Site Oficial
www.adsaocaetano.com.br


Fundação
04/12/1989
Estádio Mandante

E. M. Anacleto Campanella
São Caetano do Sul
Mascote

O Azulão em forma de pássaro é uma homenagem de seus fundadores às cores tradicionais do São Caetano. A certeza de que faria vôos altos em sua trajetória definiu a mascote como um pássaro.

 

A escolha da ave que representa o clube não poderia ter sido melhor. Afinal, o São Caetano percorreu as principais competições esportivas com a beleza de um vôo que só os pássaros são capazes de fazer.

Atletas cadastrados
Profissional
Amador
Artilheiros (em competições da FPF)
4 Gols
Marcelo Gomes
(Paulista A2 - Profissional)
3 Gols
Danilo Bueno
(Paulista A2 - Profissional)
3 Gols
Cassio
(Paulista A2 - Profissional)
© 2014 Federação Paulista de Futebol - Todos os direitos reservados. FALE CONOSCO    |    EXPEDIENTE