Associação Portuguesa de Desportos
Brasileirão 2012
Em má fase, Portuguesa e Cruzeiro jogam por recuperação no Canindé
Publicado em 18 de julho de 2012 às 15h01

A Portuguesa recebe o Cruzeiro nesta quarta-feira, às 20h30, no estádio do Canindé, pela décima rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Os dois times, que não vencem há três jogos, perderam na última rodada e buscam a reabilitação na competição.

Ocupando a 15ª colocação, com oito pontos, a Portuguesa volta a jogar no Canindé após duas rodadas. Uma das novidades da equipe é o retorno do lateral-esquerdo e capitão Marcelo Cordeiro, que foi titular na derrota para o Sport, em Recife, mas que joga pela primeira vez em casa desde que se recuperou do problema na coluna que o afastou por mais de 90 dias do time. "Dentro de casa nós temos a obrigação de vencer. O jogo vai ser complicado, por ser uma equipe forte, mas eles estão a três jogos sem pontuar e provavelmente vão querer tirar algum ponto da nossa equipe", disse o jogador.

A Lusa perdeu seus dois últimos jogos e não conta com o volante Léo Silva, que tomou o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão. Para a vaga, o técnico Geninho deve escalar o volante Ferdinando, que reestreia com a camisa da Portuguesa após um período no futebol coreano. No ataque, o treinador promoverá a entrada do atacante William Xavier para formar o ataque com Ananias.

No Cruzeiro, que vem de três derrotas seguidas, o meia argentino Montillo completa 100 jogos pela equipe mineira. “É uma marca importante. É uma pena que ela chegue num momento em que o time não está bem, mas é preciso estar com a cabeça tranquila. É um número importante e quero o melhor para o Cruzeiro. Tomara que o meu jogo número 100 seja comemorado com uma vitória”, afirmou o cruzeirense.

No time que começa a partida contra a Lusa, o lateral-direito Ceará ganha uma oportunidade entre os titulares. Na outra lateral, o técnico Celso Roth decidirá momentos antes da partida entre Diego Renan e Gilson.

Ficha técnica

Cruzeiro: Fábio; Ceará, Léo, Mateus e Diego Renan (Gilson); Leandro Guerreiro, William Magrão, Tinga e Montillo; Borges e Wellington Paulista.
Técnico: Celso Roth.

Portuguesa: Dida; Gustavo, Lima e Rogério; Luís Ricardo, Guilherme, Ferdinando, Moisés e Marcelo Cordeiro; Ananias e Ricardo Jesus (William Xavier).
Técnico: Geninho.

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO);
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (FIFA (BA)) e Bruno Boschilia (aspirante à FIFA (PR));
Assistentes adicionais: Leonardo Garcia Cavaleiro e Rodrigo Nunes de Sá (ambos do RJ);
Quarto árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP);
Local: estádio Dr. Osvaldo Teixeira Duarte (Canindé), em São Paulo;
Data: 18 de julho, às 20h30.

Ficha Técnica
Presidente
José Ilídio da Fonseca Lico
Endereço
R. Comendador Nestor Pereira, 33 CEP 03034-070 - São Paulo -
Telefone: 2125 9400

Web Site Oficial
www.portuguesa.com.br


Fundação
14/08/1920
Estádio Mandante
Canindé
Dr. Oswaldo Teixeira Duarte
São Paulo
Mascote

A mascote da Portuguesa foi adotada em 1994, em substituição à personagem “Severa”, uma simpática portuguesinha cantora de fados, que foi interpretada no cinema na década de 30 por Dina Tereza. Era um símbolo sem igual no futebol brasileiro, mas os dirigentes optaram por outro, de maior identidade com sua torcida, e o Leão, com garra, determinação e astúcia, encaixava-se neste perfil.

© 2014 Federação Paulista de Futebol - Todos os direitos reservados. FALE CONOSCO    |    EXPEDIENTE