Associação Portuguesa de Desportos
Copa do Brasil
Por quebra de tabu, Portuguesa enfrenta o Bahia em Salvador
Publicado em 10 de maio de 2012 às 16h42

A Portuguesa enfrenta na noite desta quinta-feira, às 19h30, o time do Bahia pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Nesta partida, que acontece no estádio de Pituaçu, em Salvador (BA), a Lusa joga por um empate com gols para avançar, pela primeira vez, para a fase de quartas de final da competição nacional. Caso empate sem abertura de contagem, a decisão vai para os pênaltis, já que o jogo da ida, disputado no Canindé, acabou 0 a 0.

Dividindo suas atenções entre o torneio nacional e as finais do Campeonato Baiano, o Bahia precisa vencer para seguir adiante e igualar sua melhor campanha na competição, como em 1989, 90 e 99, quando caiu nas quartas de final. Para o volante Fahel, o time tem que deixar o estadual de lado e pensar apenas na Copa do Brasil. “Temos que tirar a tomada do Campeonato Baiano. Claro que estamos em uma final muito importante para nós, mas a sequência da Copa do Brasil também é”, disse.

O técnico Paulo Roberto Falcão tem problemas para definir o time que entra em campo. Sem poder contar com os laterais-esquerdo Gerley, que foi expulso no jogo da ida, e Ávine, contundido, Falcão não definiu o titular. Gutierrez e Hélder disputam a posição. Em compensação, Morais e Souza, que não jogaram no Canindé, têm suas escalações confirmadas.

Querendo se redimir do rebaixamento no Paulistão Chevrolet 2012, o zagueiro e capitão Rogério está confiante na classificação da Portuguesa. “O jogo diante do Bahia é a oportunidade que temos para conseguir a confiança da torcida de volta. Podemos, também, conquistar uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil e colocar o clube entre os melhores do Brasil novamente”, afirmou o jogador.

O técnico Geninho não pode contar com o volante Léo Silva, que foi expulso no primeiro jogo, além do atacante Ricardo Jesus e do lateral-esquerdo Marcelo Cordeiro, lesionados. Outro jogador que não defende a Lusa é o volante Guilherme, que não tem treinado com o elenco. Já Maylson, que estava afastado, foi reintegrado e é titular.

Ficha técnica

Bahia: Marcelo Lomba; Madson, Titi, Rafael Donato e Gutiérrez (Hélder); Fahel (Fabinho), Diones, Morais e Lulinha; Gabriel e Souza.
Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Portuguesa: Wéverton; Luis Ricardo, Rogério, Renato e Raí (Ivan); Wilson Matias, Boquita, Maylson e Henrique; Ananias e Rodriguinho.
Técnico: Geninho.

Árbitro: Héber Roberto Lopes, da (FIFA/PR)
Auxiliares: Roberto Braatz (FIFA) e José Carlos Dias Passos (ambos do Paraná)
Quarto árbitro: Gleidson Santos Oliveira (BA);
Local: estádio de Pituaçu, em Salvador (BA);
Data: 10 de maio, às 19h30.

Ficha Técnica
Presidente
José Ilídio da Fonseca Lico
Endereço
R. Comendador Nestor Pereira, 33 CEP 03034-070 - São Paulo -
Telefone: 2125 9400

Web Site Oficial
www.portuguesa.com.br


Fundação
14/08/1920
Estádio Mandante
Canindé
Dr. Oswaldo Teixeira Duarte
São Paulo
Mascote

A mascote da Portuguesa foi adotada em 1994, em substituição à personagem “Severa”, uma simpática portuguesinha cantora de fados, que foi interpretada no cinema na década de 30 por Dina Tereza. Era um símbolo sem igual no futebol brasileiro, mas os dirigentes optaram por outro, de maior identidade com sua torcida, e o Leão, com garra, determinação e astúcia, encaixava-se neste perfil.

© 2014 Federação Paulista de Futebol - Todos os direitos reservados. FALE CONOSCO    |    EXPEDIENTE
Placar On Line