Associação Desportiva São Caetano
Série B
São Caetano cede empate no último minuto contra o CRB (AL)
Publicado em 19 de junho de 2012 às 22h55
Em ascensão no Campeonato Brasileiro da Série B, o São Caetano foi até  Alagoas enfrentar o CRB nesta terça-feira (19) e a partida terminou empatada pelo placar de 2 a 2.

O resultado leva o time do ABC a onze pontos, na parte de cima da tabela de classificação. O CRB fica com seis, próximo da zona de rebaixamento.

O jogo começou com as duas equipes se estudando e tocando a bola. A primeira tentativa ofensiva foi dos alagoanos, com Carlos Magno, que bateu falta para a defesa do Azulão afastar. Gleidson tentou o cruzamento para a área aos sete minutos, mas a defesa desviou para longe da área. A primeira chance do time do Grande ABC foi aos nove minutos, mas sem sucesso.

Gleidson fez o passe para Geovane na área dominar e tentar a batida, para o corte do zagueiro do São Caetano. Aos 13, Leandrão tentou desviar cruzamento da direita e a bola passou perto da meta de Anderson, goleiro do CRB. O time da casa investia no ataque, mas o Azulão conseguia equilibar a pressão.

Aos 16 minutos, Diego partiu com a bola pela esquerda, penetrou pelo meio, passou por toda a defesa, mas acabou derrubado na área por Roberto Lopes e o árbitro marcou pênalti para o São Caetano. Marcelo Costa cobrou e abriu o placar do Rei Pelé.

Geovane tentou cruzar a bola para a área aos 19, mas a defesa do São Caetano fez o corte. O Azulão teve chance em cobrança de falta, que acabou desviada no caminho, mas acabou cortada pela zaga dos donos da casa. Aos 23, após escanteio, Rodrigão dominou a bola, tentou a batida, mas o arremate passou em frente ao gol de Fábio.

Carlos Magno bateu falta aos 26 e mandou a bola por cima do gol. Aos 29, Marcelo Costa cruzou para área, mas Anderson conseguiu a defesa. O CRB teve nova chance logo depois no chute rasteiro de Carlos Magno, que bateu de fora da área, mas Fábio caiu para defender. O CRB tentava chegar, mas cedia espaços para o São Caetano buscar o contra-ataque.

Carlos Magno tentou novamente bater rasteiro, mas mandou a bola pela linha de fundo. Aos 39, nova chance dos alagoanos, com Geovane, que bateu de longe, por cima do travessão. O São Caetano seguia controlando o ritmo da partida, mas o CRB era quem arriscava mais e criava boas oportunidades. Aos 45, Leandrão quase marcou o segundo do Azulão, mas a defesa alagoana fez o corte.

Geovane bateu falta para o CRB no começo do segundo tempo, a bola foi desviada e Samuel Santos conseguiu desviar para fora da área. Aos dois minutos, Elsinho, que havia acabado de entrar, completou cruzamento e Fábio defendeu. No rebote, Geovane usou a cabeça para empatar o jogo.

Geovane bateu falta aos oito minutos, batendo na barreira do São Caetano. O Azulão respondeu na jogada de Diego, que tentou o cruzamento para a pequena área, mas Leandrão não conseguiu chegar à bola. O CRB dominava os primeiros minutos da etapa final e já não dava muito espaço para os visitantes tentarem o ataque.

Aos 13 minutos, Gleidson foi lançado na área, tentou o toque para a pequena área, mas a defesa do São Caetano desfez o perigo. Dois minutos depois, Ricardinho recebeu e partiu pela esquerda, batendo cruzado para Fábio cortar quase ao lado da trave direita de seu gol. Aos 19, Samuel Santos tentou o cruzamento para a área e Anderson fez a defesa.

Gleidson arriscou o chute aos 24 minutos e mandou a bola para fora. O São Caetano respondeu aos 26 minutos com Marcelo Costa, que bateu longe do gol de Anderson. Aos 27, Somália, que havia entrado minutos antes, completou cruzamento de Geovane para recolocar o Azulão na frente do placar no Rei Pelé.

O jogo passou a ficar mais aberto, com as equipes buscando maior movimentação ofensiva. Aos 38, a zaga do CRB se atrapalhou ao tentar afastar bola cruzada na área e quase cedeu o terceiro gol ao São Caetano. Aos 41, Ricardinho tentou o chute pelo alto e a bola saiu por cima do gol.

Nos acréscimos do segundo tempo, Rodrigão empatou novamente a partida. Geovane cruzou na linha de fundo, Fábio saiu mal do gol e Rodrigão ficou com o rebote para marcar o gol de empate.

O São Caetano joga em casa contra o Paraná na próxima rodada. O CRB visita o Criciúma.

Ficha técnica
CRB 2 x 2 São Caetano

Local: Rei Pelé, Maceió (AL);
Árbitro: Ítalo Medeiros de Azevedo (RN);
Assistentes: Ubiratan Bruno Viana e Vinícius Melo de Lima (ambos de RN);

CRB: Anderson; Ednei (Wanderley), Rodrigão e Rogélio; Roberto Lopes, Gercimar, Geovane, Carlos Magno (Elsinho) e Gleidson; Edson e Preto (Ricardinho).
Técnico: Roberto Fonseca.

São Caetano: Fábio; Samuel Santos, Wagner, Gabriel e Diego; Augusto Recife, Moradei, Éder (Danielzinho) e Marcelo Costa; Geovane (Marcone) e Leandrão (Somália).
Técnico: Sérgio Guedes.

Gols: Marcelo Costa (SCA) aos 17 (pen) do primeiro tempo, Geovane (CRB) aos 2, Somália (SCA) aos 27 e Rodrigão (CRB) aos 46 do segundo tempo

CA: Gleidson (CRB); Diego e Augusto Recife (SCA)
Ficha Técnica
Presidente
Nairo Ferreira de Souza
Endereço
Avenida Fernando Simonsen, 190 - Bairro São José- CEP 09540-230 - São Caetano do Sul -
Telefone: 11 4232 0944

Web Site Oficial
www.adsaocaetano.com.br


Fundação
04/12/1989
Estádio Mandante

E. M. Anacleto Campanella
São Caetano do Sul
Mascote

O Azulão em forma de pássaro é uma homenagem de seus fundadores às cores tradicionais do São Caetano. A certeza de que faria vôos altos em sua trajetória definiu a mascote como um pássaro.

 

A escolha da ave que representa o clube não poderia ter sido melhor. Afinal, o São Caetano percorreu as principais competições esportivas com a beleza de um vôo que só os pássaros são capazes de fazer.

© 2014 Federação Paulista de Futebol - Todos os direitos reservados. FALE CONOSCO    |    EXPEDIENTE